Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pílulas do conhecimento’

O furdunço em torno das pílulas da inteligência, que chegou a produzir duas capas iguais de revistas brasileiras sobre ciências, deve-se principalmente por um estudo publicado na Nature e pela declaração de um grupo de neurologistas das conceituadas Universidades de Harvard e Cambridge.

O estudo mostra que 25% dos universitários fazem uso de medicamentos para melhorar a sua capacidade cerebral. Já os neurologistas apóiam e incentivam o uso de tais medicamentos, inclusive a liberação de muitos “tarja-preta” para o público em geral.

De acordo com a matéria de capa da Super desse mês (Nov/09), lá pela década de 70 um laboratório francês desenvolveu um medicamento revolucionário para o tratamento de narcolepsia, uma doença que causa sonolência excessiva. A tal droga é o modafinil, que após o seu lançamento, na França em 1994, virou moda como o nome. Logo descobriram uma série de efeitos interessantes dessa droga, o que abriu os olhos dos cientistas militares. Imaginem que o medicamento consegue deixar um vivente acordado por mais de 60 horas, sem nenhum comprometimento intelectual ou sinal de cansaço. Tudo o que um exército precisa. E os americanos e cia. não perderam tempo, foram logo dopando pilotos e soldados.

A droga alastrou-se pelo mundo, mas tirou o sono não só de quem a usava. Cientistas responsáveis começaram a refletir sobre uma série de hipóteses. Como por exemplo: Será que o uso prolongado pode levar a alguma complicação? Pois essa e outras perguntas ainda continuam sem uma resposta definitiva. A única coisa que se sabe por enquanto é que o consumo dessa e de outras drogas para melhorar a capacidade cognitiva tem crescido alucinadamente.

Buscando relatos da História e mantendo a cabeça no lugar, conclui-se que o ideal é sempre ter cautela nessas situações. Não entusiasmar-se com ideias repentinas e mirabolantes. Não deixar que cientistas eufóricos e malucos façam a sua cabeça de uma hora para outra. Pois, Freud dizia que a cocaína era um grande reforço para a mente; na Segunda Guerra, os Aliados e o Eixo, aliaram-se em torno das benzedrinas, entupiram-se de anfetaminas e deu no que deu, saíram dos eixos.

 

Leia mais sobre drogas para turbinar o cérebro – blog da Mayana Zatz, importante geneticista brasileira, na Revista Veja.

Read Full Post »

xxChegaram ontem às bancas as edições de novembro da Superinteressante e da Scientific American Brasil. Ambas as capas anunciam a mesmíssima matéria: Pílulas da Inteligência. Enquanto a primeira anuncia “A Pílula da Inteligência – Mais concentração, mais raciocínio, mais memória. A nova geração das drogas pode dar superpoderes ao cérebro. Será que devemos tomá-las? Nosso repórter experimentou. E tem a resposta.”; a segunda, “Pílulas da Inteligência: O que você deve saber sobre aprimoradores cognitivos.”.

Coincidência? Ainda não sei. Mas alguma coisa aconteceu. Não ouvi falar de nenhuma grande descoberta, ou de alguma nova droga que aumente a inteligência no último mês para tanto sincronismo. E mesmo se tivesse, poderiam ser um pouco mais originais na escolha da capa e do título.

Turbinando ideias – um pouco mais sobre pílulas da inteligência

Read Full Post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.